Celebrating 11 years online
fevereiro 21, 2020
Fotos: Photocall e coletiva de imprensa de “Minamata” no Festival de Cinema de Berlim

Iniciando a divulgação de “Minamata” no Festival de Cinema de Berlim, elenco e equipe do filme posaram para uma sessão de fotos e conversaram com a imprensa no Grand Hyatt Hotel.

Além de Johnny Depp, participaram dos eventos o diretor do longa Andrew Levitas, a escritora e viúva de W. Eugene Smith, Aileen Mioko Smith, o diretor de fotografia Benoît Delhomme, as atrizes Akiko Iwase, Katherine Jenkins e Minami, e os atores Bill Nighy e Hiroyuki Sanada.

Veja as fotos em nossa galeria.


fevereiro 21, 2020
Fotos: Johnny Depp cumprimenta fãs em Berlim

De passagem pelo Festival de Berlim, Johnny Depp não deixou o costume de lado e dedicou algum tempo para cumprimentar, distribuir autógrafos e posar para fotos com seus fãs.

Adicionamos algumas imagens desses momentos à galeria. Confira!


fevereiro 21, 2020
Johnny Depp: “É uma honra contar a história das vítimas de Minamata”

O Paris Match publicou seu resumo da entrevista coletiva cedida pelo elenco e equipe de “Minamata”, hoje, no 70º Festival Internacional de Cinema de Berlim. Leia a tradução a seguir.

O ator americano Johnny Depp produz e estrela “Minamata”, um filme que investiga os estragos causados pela poluição por mercúrio no Japão.

A responsabilidade de um grande ator que tem poder financeiro para montar projetos em seu nome. Em “Minamata”, Johnny Depp interpreta o lendário fotojornalista americano William Eugene Smith que, em 1971, foi ao Japão para testemunhar os estragos da poluição industrial nesta pequena vila de pescadores. “Eu sempre tive esse fascínio por Eugene Smith, por suas fotos, é claro, e também pelo que ele passou na vida. Quando li os sacrifícios que ele fez para fazer essas imagens, fiquei chocado”. O ator admite se reconhecer nele. “Quando ele estava de mau humor, ele dizia que o W significava Wonderful [Maravilhoso] Eugene Smith”, disse ele. “Quando li a história pela primeira vez, esse pesadelo causado pela liberação tóxica de mercúrio na água, não pude acreditar. Parecia incrível que algo tão horrível pudesse acontecer. As vítimas estavam desamparadas, só posso imaginar o que as famílias passaram.”

Assim que leu essa história, ele quis produzir o filme. “Disse para mim mesmo: ‘esta história, você precisa contá-la’. Sempre que temos a oportunidade ou o poder de alavancar as pessoas para abrir seus olhos para desastres como esse, precisamos fazê-lo. É uma honra e um dever contar uma história como essa ao público. O cinema tem o poder de transmitir uma mensagem importante. Para mim, sim, é realmente uma honra. Toda a equipe é responsável por contar a história de Eugene Smith e Aileen e do povo de Minamata”.

“Como qualquer cidadão, enfrentamos problemas que vão além de nós, como desastres de saúde ou industriais, incêndios que devastam tudo. Existe um símbolo chinês que significa “o poder dos pequenos”. Quando nos deparamos com essas enormes catástrofes, gritar sozinho é inútil. Devemos estar cientes dos problemas globais e, sobretudo, transmitir a informação”, acrescentou.

“Johnny é muito modesto. Desde o primeiro dia, ele tem sido a força motriz por trás desse projeto. Publicamente, ele nunca colherá os louros, mas tudo o que fizemos, tudo o que é importante para nós neste filme, vem dele”, acrescentou Andrew Levitas, o jovem diretor. “É um filme que mexe com grandes corporações, governos. Estamos falando de poluição industrial aqui”. Ao lado dele estava Aileen Mioko Smith, viúva de Eugene Smith, cuja história também é contada no filme. “Foi o seu último projeto. Graças a suas fotos, ele ainda está presente entre nós. Eu ainda estava em Minamata na semana passada. O que me choca é que continua até hoje. Sempre há pessoas tentando lutar por justiça. Crianças muito pequenas ainda são envenenadas por mercúrio”. O diretor de fotografia, o francês Benoît Delhomme, resumiu melhor o impacto do trabalho de Eugene Smith na tragédia “Minamata”: “Suas fotos são mais fortes que milhões de palavras”.

Johnny Depp poderia ter dirigido o filme? A ideia não lhe ocorreu. “‘O Bravo’ [seu único filme como diretor] é uma experiência especial, tive a impressão de que minha cabeça explodia todos os dias para separar o ator do cineasta. Entendi o problema então: não vou mais fazer um filme com Johnny Depp como ator (risos) e odeio me ver na tela novamente”. Nenhum Johnny atrás da câmera, portanto, mas ele permanece “um fã de fotografia. As melhores fotos que tirei foram instantâneos, de momentos acidentais”.

fevereiro 21, 2020
“Minamata”: Johnny Depp fala sobre “o poder dos pequenos” no Festival de Cinema de Berlim

Johnny Depp chegou ao 70º Festival Internacional de Cinema de Berlim nesta sexta, 21, para promover “Minamata”.

No filme, baseado em fatos reais, Depp interpreta o fotógrafo de guerra W. Eugene Smith, que enfrenta uma poderosa corporação responsável por envenenar com mercúrio o povo de Minamata, no Japão, em 1971. Dirigido por Andrew Levitas, a produção também é estrelada por Hiroyuki Sanada, Minami, Bill Nighy e Jun Kunimura.

Em uma entrevista coletiva, Depp disse que tinha um “estranho fascínio” por Smith e sua fotografia, o que foi aprimorado quando ele leu “sobre sua vida e o que passou, experimentou e o que sacrificou”.

Questionado sobre a responsabilidade política dos atores, ele disse: “Todas as pessoas, todos nós, enfrentamos enormes problemas de tamanho monolítico, às vezes, em nossas vidas”. Ele se referiu ao “poder dos pequenos” quando confrontado com questões “monumentais”, sejam elas ambientais, sociais ou políticas. “Mantenha-se removendo pequenas partes dele, pouco a pouco, e esse problema será derrubado”, disse ele. “Somos partículas de poeira; nós somos os pequenos.

Questionado sobre o difícil relacionamento de Smith com seus filhos, Depp disse: “Tentamos manter o foco na história do desastre e usamos apenas pequenos pedaços da vida de Gene para construir seu personagem”.

Também em Berlim estavam Minami, intérprete de Aileen, que convence o Smith a assumir uma última tarefa; Bill Nighy, que interpreta Bob Hayes, editor da Life Magazine, empregador de longa data de Smith; e Hiroyuki Sanada, que interpreta o ativista local Mitsuo Yamazaki.

Traduzido de Variety.

fevereiro 20, 2020
‘Minamata’ ganha novo cartaz e imagens promocionais

Com a proximidade de sua estreia na sessão Berlinale Special Gala do Festival Internacional de Cinema de Berlim, amanhã (21), o filme ‘Minamata’ ganhou um novo cartaz e novas fotos promocionais.

Nas imagens, Johnny Depp (W. Eugene Smith) aparece ao lado de seus colegas de elenco Bill Nighy (Robert “Bob” Hayes) e Minami (Aileen), e do diretor Andrew Levitas.

Veja essas e mais fotos em nossa galeria.

Baseado no livro de mesmo nome, escrito por Aileen Mioko Smith e W. Eugene Smith, ‘Minamata’ é centrado no trabalho de W. Eugene Smith, fotógrafo da revista Life, que, recluso após seu trabalho na Segunda Guerra Mundial, é convencido a viajar de volta ao Japão para expor uma grande história: a devastadora aniquilação de uma comunidade costeira por envenenamento por mercúrio.

Créditos

fevereiro 16, 2020
Segunda parte da conversa entre Johnny e Amber – Tradução

Traduzimos a segunda parte do áudio da conversa entre Johnny e Amber, obtido pelo DailyMail.com. A primeira tradução pode ser lida neste post. Confira abaixo!

JOHNNY DEPP: Mas estou lhe dizendo agora, se eu entregar… Se eles entregarem a droga dos papéis amanhã, aquela droga que preciso entregar, antes de irmos ao tribunal na sexta-feira… Se eles entregarem esses papéis, antes de tudo, vai ser muito ruim para nós dois.

AMBER HEARD: Bem, seu pessoal não vai registrar nada de ruim para você. Confia em mim.

JD: Não, não, o que você está dizendo? Você tinha que fazer algo para se proteger, então me “atirou debaixo de um ônibus” com um vídeo insinuando que bati em você?

Continue…

fevereiro 13, 2020
Johnny Depp é confirmado na Premiere Mundial de Minamata

Nesta quarta-feira (12), foi confirmada a presença do ator Johnny Depp na Premiere Mundial de seu novo filme intitulado “Minamata” no dia 21 de fevereiro de 2020.

Com direção de Andrew Levitas, o filme segue a história do fotografo de guerra W. Eugene Smith (interpretado por Depp) que viaja ao Japão para documentar e expor os devastadores efeitos do envenenamento em massa por mercúrio, causado pela negligência de uma poder osa fabricante de produtos químicos, em 1971, em Minamata. O elenco do filme conta ainda com o ator Bill Nighy.

A premiere acontecerá no Festival Internacional de Cinema de Berlim que ocorrerá entre os dias 20 de fevereiro e 01 de março. Javier Bardem, Cate Blanchett, Salma Hayek e outros também comparecerão ao evento.

fevereiro 3, 2020
Divulgado áudio em que Amber Heard admite agredir Johnny Depp

O DailyMail.com obteve com exclusividade um áudio de 2015 de uma conversa gravada entre Amber Heard e Johnny Depp em que eles tentam conversar sobre os problemas do casamento. No áudio Heard zomba de Depp por pedir ajuda enquanto ela estava abusando fisicamente dele, então ela perde a paciência e admite abusar dele.

Waldman (advogado de Depp) disse exclusivamente ao Mirror Online: “A primeira das gravações que contém as confissões de Amber Heard em conversa com Johnny Depp expõe que a sra. Heard foi violenta repetidas vezes com o Sr. Depp e inventou uma elaborada farsa para encobrir. 

“Surpreendentemente, a Srta. Heard alega [nos áudios] que seu motivo era que Depp estava sempre tentando ‘se afastar’ para escapar de seus abusos”.

Traduzimos abaixo os trechos do áudio que foram transcritos pelo DailyMail.com, mas você pode ouvir o áudio completo com comentários em inglês aqui, e também acessar a transcrição completa em inglês aqui.

Continue…